mal sabia

que ao escrever o texto abaixo tudo começaria a se encaminhar pra cicatrização.

quase um mês depois, o dia de finalmente poder encarar quem um dia já me fez tão bem chegou, passou e se foi. foi estranho, como não poderia deixar de ser, e a naturalidade que antes era tão presente hoje já não. foi bom, apesar de tudo, finalmente conseguir entender que o que foi não é mais, quem tu era já não é e quem eu sou também não. o tempo altera líquidos, cores e amores. pessoas, também. apesar do mesmo nome, mesmo corpo, impossível sermos exatamente os mesmos de outrora. e isso é muito bom, pra ser bem sincera.

te libertar é me ver livre de laços que já não faziam mais sentido.

desapegar é um processo lento, doloroso, angustiante. mas que no final nos deixa leves. e se não for pra ficar leve até voar, nem sei o porquê de estarmos aqui.

torço muito pra que tu encontre a felicidade em novos ares, que te permita ser o melhor que puder se tornar e se torne a inspiração que tanto deseja ser. de verdade. que lindo ter tido barreiras transpassadas, mesmo os muros mais altos.

muito obrigada por tudo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s