Salto.

0aebe4f9f453722c36c0985ef5fdcc84

Uma vez disseram que tem coisa que só sai da gente escrevendo.

No meu caso, de madrugada.

Tem vezes que não tá acontecendo especificamente uma coisa errada na minha vida, mas por algum motivo fica alguma coisa lá no fundo me alfinetando e incomodando e não se deixando esquecer. Que coisa é essa?

Eu queria muito que fosse só uma.

Acontece que de uns tempos pra cá comecei a observar todo mundo ao meu redor: rindo, fazendo piadas, sendo engraçados naturalmente. Na verdade, fazendo qualquer coisa naturalmente – dançando, brincando, cantando, trabalhando, discutindo. E percebi que eu não estou mais conseguindo ser assim há anos. É como se eu vivesse num episódio de How I Met Your Mother, só que sendo a única sem personagem algum.

Fiquei ruim de improviso. Fiquei ruim nas habilidades que antes eu conseguia manter um ritmo de desenvolvimento e adorava, tipo desenhar e pintar com aquarela. Pra ser bem sincera, até socializar tem sido uma coisa complicada. É como se eu vivesse contida num casulo e não conseguisse me libertar. Qual a razão de isso estar acontecendo?

Pior do que isso: estou me tornando a pessoa que eu não quero ser. Que sempre encontra motivos pra reclamar, pra ficar em (ou sair de) casa – mesmo contra a própria vontade -, sem assunto pra falar com as pessoas, insegura de tudo. Quer dizer, não que “ser segura” tivesse sido algum dia uma qualidade minha, mas o ponto em que chegou é lamentável.

Às vezes dá vontade de dormir só pra fugir dos problemas, igual eu fazia quando tinha 15 anos. Às vezes dá vontade de dar alok, ficar saltitando pelas prateleiras do supermercado, fingindo que tô num musical. Às vezes dá vontade de parar de fingir que tá tudo bem quando na verdade não tá. Aí bate aquela preguiça de sair explicando isso pras pessoas. Bate a culpa de ocupar os outros com os meus próprios problemas. E a dificuldade extrema de conseguir confiar nas pessoas. Então continuo travada no meu canto e reclamando mais um pouco.

Quando é que as asas deveriam ter nascido?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s